Sistemas de reparação e estanquidade por injecção

Executamos diversos tipos de injecções adaptados às patologias encontradas nas estruturas de betão.

a) Injecções por poliuretano (para selagem de patologias de fuga/entrada de água em qualquer tipo de estrutura de betão):

  • Selagem de fissuras em reservatórios de betão (enterrados ou elevados);
  • Selagem de caixas de inspecção, caixas de elevadores e condutas;
  • Reparação de infiltrações em paredes enterradas;
  • Reparação de infiltrações em fundações especiais (paredes moldadas e cortinas de estacas).
tph-system2.1.pdf
tph-system2.1.pdf

b) Injecções por gel, que deverá ser dada atrás da estrutura e percolar na interface solo/betão. A injecção de gel acrílico tem como finalidade proteger monoliticidade da estrutura de betão:

  • Consolidação de solos;
  • Reparação de infiltrações em estruturas enterradas.

c) Injecções de epoxy
Trata-se de um processo de reabilitação estrutural de construções em betão armado, com recurso a resinas de epoxy de reparação estrutural para reposição das propriedades mecânicas de elementos estruturais danificados, tais como vigas, pilares, lajes, sapatas, pontes, túneis.

d) Injecções de microcimento
Este tipo de injecções permite a reabilitação de estruturas de betão que apresentem fissuras e podem ser aplicadas em diferentes situações:

  • Estabilização de camadas granulares de pavimento;
  • Fissuras em geral;
  • Desnível diferencial de pisos e pavimentos;
  • Bainhas de protecção;
  • Preenchimento de vazios em geral;
  • Consolidação de solos e maciços rochosos.